Massagem em bebês e crianças, uma forma de criar vínculos e estimular os sentidos.

Olá! Mamães

Vamos falar sobre massagem?

A Rafaela até hoje adoraaaaaa e pede para dormir ou quando quer relaxar.

Durante a gestação, o bebê já é capaz de perceber quando a barriga da mãe é acariciada e percebe a intenção do contato com ele.

Através da massagem conseguimos fortalecer o vínculo com o nosso bebê, esse toque de afeto é fundamental para um desenvolvimento feliz, uma experiência delicada que pode ajudar bebês a crescerem mais fortes e segundo pesquisadores essa sensação positiva, ajuda a formar base para relacionamentos futuros.

Você pode fazer a massagem antes do banho ou em algum momento em que seu filho está desconfortável para ajudar a acalmá-lo, mas se você perceber que mesmo assim ele não consegue relaxar, a melhor opção é interromper o processo e retomar em outro momento.

Quanto aos movimentos, não se prenda demais a técnicas, o mais importante é estar em um ambiente calmo, controlar a pressão do toque e observar a reação do seu filho, se ele estiver gostando você pode estender a massagem por todo o corpinho ou se perceber que há alguma parte preferida do corpo, concentre mais tempo nela.

Quem quiser referências de técnicas e movimentos, abaixo compartilho alguns links e vídeos que ensinam de uma forma simples como praticar a massagem em bebês e crianças:

Johnson’s Baby – Guia de massagem para recém-nascido

Johnson’s Baby – Guia de massagem para o bebê: mais de 6 semanas

Johnson’s Baby – Guia de massagem para o bebê: mais de 6 meses

Outro método bem conhecido é a Shantala, técnica indiana que pode ser aplicada a partir do primeiro mês de vida do bebê, gosto destes dois vídeos para consulta:

Natura Mamãe e Bebê – Massagem Shantala

Massagem Shantala para bebê (Muriel Baby Sentidos)

Algumas recomendações são importantes para tornar esse momento bem agradável:

– Não faça a massagem quando o bebê estiver com fome ou logo após as refeições ou mamadas.

– Não faça massagem após a aplicação de alguma vacina, o local da aplicação costuma ficar dolorido.

– Nunca acorde seu filho para massageá-lo.

– Não use acessórios nas mãos ou qualquer outro objeto que possa machucar o bebê.

– O ambiente deve ser tranquilo, sem barulho, com pouca luz e temperatura agradável.

O nosso método: aqui em casa sempre fiz massagem na Rafaela após o banho, com creme hidradante mesmo, se preferir pode usar óleo próprio para bebês, mas será necessário um banho após finalizar a massagem. Hoje a Rafaela pede massagem, nas costas e nos pés, antes de dormir e adora uma música ambiente.

Escolha o que melhor se adapta a você e ao seu filho, o bem-estar do seu filhote será a resposta para saber se ele está gostando ou não.

Um beijo!

Deixe seu comentário!