Cadeirinha de carro para crianças de 15 a 36kg (Grupos II e III)

Cadeirinha de carros para crianças Burigotto

Em Dezembro do ano passado precisamos trocar a cadeirinha do carro da Rafa. A antiga era para crianças de 0 a 25kg. A Rafaela não pesa ainda 25kg, porém tem a estatura alta, acima da média para a idade, por isso o cinto de segurança já não se ajustava mais ao corpo adequadamente.

Fomos a uma das lojas da rede Alô Bebê e escolhemos um modelo da marca Burigotto. A marca está presente no mercado desde meados de 1953 e possui uma vasta linha de produtos para bebês e crianças.

Eu sou uma pessoa que gosta muito de conforto, qualidade e busco sempre produtos com características, que se encaixem nessa linha de exigência da mamãe aqui! Rafa já tem 6 anos, mas mesmo assim ainda sou sensível e detalhista com alguns cuidados. A cadeirinha para carro é um item de segurança obrigatório, mas em se tratando de criança, não basta ser apenas seguro, tem que ser um produto que proporcione bem-estar.

Existem diversos modelos no mercado que atendem as normas de segurança, mas vou explicar porque gostei deste modelo:

Cadeira para auto Protege Reclinável ref. IXAU3041 para crianças de 15 a 36kg (Grupos II e III) – marca Burigotto grupo Peg-Pérego

  1. Apoio para a cabeça regulável em três posições e proteção contra impacto lateral;
  2. Reclinável em duas posições;
  3. Os tecidos do apoio da cabeça, encosto e assento podem ser removidos facilmente para higienização e limpeza.

Há a opção de retirar o encosto e o apoio da cabeça e usar somente o assento (booster), mas não é aconselhável para crianças menores que necessitam de maior apoio e proteção.

Como vocês podem ver, é um item seguro, confortável e prático. A escolha atendeu às nossas expectativas e fica como dicas para mamães, papais e família.

Cadeirinha de carros para crianças Burigotto
Toda feliz com a nova cadeirinha (arquivo pessoal)

Até o próximo post!

***este post não é um publieditorial, é um produto que o Diário de Mamães usa, confia e indica como troca de experiência entre mães e pais.

Deixe seu comentário!